Portugal Desintegrado : EP 45 : Desordem e Progresso

Progresso é sinónimo de desordem.

Neste episódio falamos dos efeitos do progresso tecnológico e de como os Ocidentais cavaram a sua própria sepultura através da sua inventividade, abordamos as fraudes frequentes dos ‘crimes de ódio’ e por fim comparamos a forma como os europeus e os africanos lidam com a morte personificada.

Ouvir no Youtube ou sacar aqui.

6 opiniões sobre “Portugal Desintegrado : EP 45 : Desordem e Progresso

  1. Caro Ilo, pelo som que colocou no início do seu último programa, acho que consigo avaliar como se sentiu devido à tentativa de silenciamento que sofreu. Pelos vistos conseguiu superar o problema, dar a volta por cima e arranjar forma de continuar a difundir a sua mensagem.
    Na verdade, se isso não acontecer quem fica a perder são precisamente estas pessoas que por intolerância e incapacidade de aceitar outras opiniões para além das próprias o tentam silenciar: se prestassem um mínimo de atenção aos seus alertas e avisos isso podia, literalmente e em muitos casos salvar-lhes a vida. A mim, sinceramente, custa-me aceitar que estejam perdidos e não haja nada mais a fazer e é por isso que espero que não desista.
    De todo o modo, seja qual for a sua decisão, da minha parte aqui fica um muito obrigado pelo serviço público que o Ilo tem vindo a prestar.
    Ana Maria

    Gostar

    1. Olá Ana Maria,

      Obrigado por mais um comentário e por continuar a ouvir.

      Tenho andado bastante ocupado (e stressado) na minha vida pessoal e profissional e tenho ouvido música mais agressiva até como motivação, e acabou por coincidir com o ‘ataque’, pelo que achei que encaixava bem. Tinha-me esquecido que estas pessoas que não toleram qualquer discordância existiam e da virulência com que tentam silenciá-la. Tenho visitado as redes sociais do indivíduo e parece que, com a eleição do Bolsonaro ele lá encontrou um novo alvo para a sua paranoia e se esqueceu um pouco de mim. Entretanto também tive várias pessoas a dizer que tinham feito download dos episódios e eu próprio já encontrei um outro site (Brighteon), só ainda não tive tempo para fazer upload de todos os episódios – mas essencialmente, não ficará perdido para sempre.

      A mim também me custa a aceitar que estão perdidos, mas só há uma pessoa que os pode mesmo salvar – e essa pessoa eles odeiam de morte. Duvido que seja através de mim que isso venha a acontecer.

      Por questões pessoais é possível que abrande um pouco nos próximos tempos, mas não conto desistir totalmente. As várias mensagens de apoio e testemunhos que tenho recebido dão um enorme alento e vontade de continuar.

      Mais uma vez obrigado,
      Ilo

      Gostar

  2. Olá Ilo.
    quando diz que “só há uma pessoa que os pode mesmo salvar – e essa pessoa eles odeiam de morte” está a falar de Cristo, certo? Pessoalmente não conheço mais ninguém que nos possa salvar a todos.

    Não sei se em relação a Ele o que essas pessoas sentem é ódio ou desconhecimento, Penso que será mais esta ultima hipótese. Ou então é orgulho ou medo da exigência ética e moral.

    Na verdade, Ele salvou-nos com a sua mensagem a indicar-nos o caminho e hoje em dia, como ao longo do tempo, vela constantemente por nós. Mas o grande esforço de reforma, de auto análise e de superação dos vícios e imperfeições esse é todo nosso e não seremos felizes nem teremos tranquilidade enquanto não completarmos essa tarefa. Estes dilemas cada um de nós terá que os resolver, fazendo as suas escolhas e opções de vida e assumindo as consequências: colhemos apenas o bem e o mal que semeamos.

    Cumprimentos e bom fim-de-semana.
    Ana Maria

    Gostar

    1. Olá Ana Maria,

      Precisamente, Cristo.

      A razão porque digo que o odeiam é porque S. Paulo explica assim as práticas vis de que falamos: por terem rejeitado os mandamentos divinos e a salvação através do Filho, Deus entregou-os a paixões vergonhosas. Carta aos Romanos 1:19-32. É claramente dito que não é por ignorância, que lhes foi mostrado o caminho, a Verdade, e que a rejeitaram e tentam influenciar outros para também O rejeitarem. Haverá melhor descrição do movimento sodomita? Dos verdadeiramente ignorantes, S. Paulo diz-nos que, se seguirem a lei natural que está escrita nos corações de todos os homens, se podem salvar. Romanos 2:13-16.

      Claro que podemos pedir a Deus que nos ajude, em geral e em periodos ou momentos de grande tribulação mas concordo que, em última instância, o esforço, a dedicação, a vontade é nossa, pois temos livre arbítrio. Mas a lógica divina a meu ver não pode ser distrinçada assim tão facilmente, até porque diz-se na Bíblia que Deus visita sobre as gerações futuras os pecados das passadas – algo que, a meu ver, vemos tanto a nível individual como civilizacional.

      Espero que esteja tudo a correr bem consigo e a sua família.

      Obrigado. Bom fim de semana,
      Ilo

      Gostar

      1. Boa noite,
        Eu vinha comentar o episódio, mas depois de ler os vossos comentários não resisto a acrescentar: não é ódio que eles têm a Deus, é medo do desconhecido. Deus não é um banco onde se submete um pedido e ele acata ou rejeita, é preciso estabelecer uma relação e nós, mortais, temos de nos empenhar nela. Isso requer um esforço contínuo, algo que a nossa sociedade rejeita cada vez mais desconhece como fazer- os carpe diem, as tecnologias como o Ilo bem falou no podcast, etc, tudo dão satisfação, prazer imediato e com pouco esforço. Compreendo perfeitamente que sinta vontade de desistir do podcast, tal como o Afonso, há alturas em que temos de prioritizar, mas fico muito contente que ainda não o tenha feito. É o único – que eu conheça e não me refiro só a Portugal. Recentemente ouvi uma troca de ideias num canal de YT português com mail de vinte mil subscritores – o mesmo de que falou há uns episódios atrás, a verdadeira direita seropositva é aquilo. Lêem as notícias do observador, regurgitam banalidades internacionais que ouviram anteriormente, sem qualquer profundidade de pensamento.
        Não me quero alongar muito, nem posso comentar todos os aspectos que falou no podcast mas acrescento: também eu passei a usar as expressões ‘sodomistas’ e ‘direita seropositiva’ (e parelha gay, casal é que não!). Encaixam que nem uma luva. Obrigada!!
        (p.s. logo quando encontrei o seu canal fiz download do máximo de episódios possíveis, pois achei que um canal dentro deste género não se aguentaria online muito tempo, a direita seropositiva – quem diz direita diz esquerda, não há diferenças entre eles, a meu ver – não gosta da Bíblia)
        Vou continuar a passar por cá, espero que se mantenha firme na luta. Pode ter um pequeno impacto mas pessoalmente abriu-me os olhos para muitas coisas. Gosto especialmente de ouvir a sua interpretação da Bíblia e de quando introduz trechos no programa.
        Obrigada e uma boa semana para si,
        Raquel

        Gostar

      2. Olá Raquel,

        Obrigado pelo comentário – concordo a 100%. Agradeço também o apoio, estaria a mentir se dissesse que não é um factor importante na minha decisão de continuar saber que há quem aprecie e retire algo de bom do que faço. Por razões pessoais e profissionais tenho tido pouco tempo para dedicar a este espaço, mas não conto desistir e espero poder em breve gravar um novo episódio que já está alinhavado.

        Obrigado, e uma boa semana para si também,
        Ilo

        Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s