Portugal Desintegrado : EP 41 : Quem vive pelo orgasmo, morre pelo orgasmo

“O Nacionalismo tem de ser menos heteronormativo e homofóbico“, dizem os nacionalistas desenvolidos. Deixem-me de fora destes desenvolvimentos então. Neste episódio falamos do meu “etnomasoquismo”, lemos uma caixa de comentários num blog nacionalista que podia ser do bloco de esquerda (mas só para brancos), abordamos a questão da SIDA em Serralves e no mundo “artístico” […]

Read More Portugal Desintegrado : EP 41 : Quem vive pelo orgasmo, morre pelo orgasmo

O Papel das Mulheres

A ideia para este texto surgiu de um comentário de uma leitora, Ana Maria, a quem agradeço dar o mote para esta discussão que, tendo em conta a oposição que vou recebendo sobre este tema, já vem tardia. O ditado popular sobre a mulher ser quem usa as calças em casa é bem conhecido de […]

Read More O Papel das Mulheres

Automatizar a Alienação: progresso tecnológico e anti-globalismo

«The conservatives are fools: They whine about the decay of traditional values, yet they enthusiastically support technological progress and economic growth. Apparently it never occurs to them that you can’t make rapid, drastic changes in the technology and the economy of a society without causing rapid changes in all other aspects of the society as […]

Read More Automatizar a Alienação: progresso tecnológico e anti-globalismo

Maio de 68

O João Carlos Espada (JCE) publicou um texto que ilustra a vacuidade moral, a obsessão economicista e, sobretudo, a incapacidade de observar o mundo à volta e admitir um erro que caracteriza a Direita moderada. A mundividência do JCE, talvez pela idade, talvez por teimosia, ou talvez por ser um marxista arrependido daqueles que se […]

Read More Maio de 68